MIAMI SE PREPARA PARA

MERGULHAR EM ARTE E DESIGN

Na próxima semana o perfil meramente jovem e turístico de Miami vai mudar. O balneário americano recebe de 10 a 13 de maio a segunda edição da Maison & Objet Americas, uma plataforma expositiva com foco em design, arte, arquitetura e design de interiores que vai tomar conta dos distritos, museus e espaços públicos da cidade.
Blackbody Blackbody, um dos expositoresda M&O Americas
Para este ano a organização ampliou o número de eventos colaterais, dobrou a área de exposições no Centro de Convenções de Miami Beach, firmou parcerias com oito museus locais, organizou uma exposição de jovens designers que terá lugar no distrito de design. Os visitantes tambem podem optar por participar de visitas guiadas por toda a cidade com tema de arquitetura e design e percorrer os 25 show rooms espalhados pela cidade que vão promover  instalações, lançamentos de produtos e atividades em seus espaços.
areias2Os tecidos da nova coleção Areias da brasileira Orlean, que tambem estará expondo em Miami Beach
A situação geográfica de Miami põe a cidade no cruzamento de dois continentes  e seus 954 milhões de habitantes, o que favorece que a M & O Americas  rapidamente se torne ponto de encontro para designers, arquitetos, desenvolvedores, varejistas e mídia – de olho nos potenciais mercados norte e sul-americanos. A edição do ano passado recebeu 300 marcas e  mais de 10 mil visitantes de 82 países. Este ano a promessa é dobrar de tamanho e público trazendo uma nova linha de criativos para a exibição.
bed-linen-by-Javier-Gomez- Os tecidos com texturas criados pelo designer Javier Gomes (Panamá)
Segundo o diretor da M& O Americas, Gaston Isoldi, este ano os organizadores mergulharam mais fundo nos mercados norte-americanos e latino-americanos. “Por isso vamos ver um público diferente de visitantes e muitos mais pessoas de todas as partes os EUA  e  América Latina e ainda teremos  60 % de novos expositores”, diz.

GT2p

Luminária criada pelo estudio chileno Grat Things do People
Reconhecer o novo design que está sendo produzido no mundo, de muitas formas e níveis, e em muitas categorias, talvez seja o aspecto mais marcante da M&O. A cada ano um grupo de talentos emergentes é selecionado e ganha destaque em uma exposição separada. A fórmula já funciona há anos na Maison Objet Paris e foi emprestada para as recentes versões da Asia e America. São escolhidos designers já estabelecidos e reconhecidos localmente e que estejam prontos para conquistar novos mercados. Este ano, dois deles são provenientes dos EUA (Samuel Amoia e Ben Medansky), do Brasil (Guilherme Wentz), México (Ad Hoc estudio), Chile (Great Things to People) e do Panamá (Javier Gomes).

Guilherme Wentz

Peças de mobiliário em madeira de Guilherme Wentz

Ad Hoc

Móveis do Ad Hoc, estudio de design mexicano

ben Medanski

Peças de cerâmica do norte americano Ben Medanski
rafael-de-cardenas-maisonobjet-americas-designer-of-the-year-2016-designboom-05Além dos jovens talentos a M&O tambem escolhe o design do ano para ser homenageado durante a mostra. Este ano o escolhido foi o novaiorquino Rafael de Cárdenas que já passou pelo mundo da moda e desde 2006 tem seu próprio estudio de design sediado em Nova Iorque.

About the Author

Celia PacciniView all posts by Celia Paccini

Copyright by Mix Editores Associados