Maison & Objet Americas comemora

segunda edição rica em novidades

No segundo ano de sua realização, a Maison & Objet Americas começa a despontar no mercado americano como uma alternativa qualificada às atuais feiras de negócios. Seguindo o molde europeu, a plataforma M&O que existe há 20 anos em Paris, reune na sua versão Americana um mix de expositores com propostas criativas de design e abordagem a este crescente mercado. “Sabemos que demanda um tempo para formar este novo calendário no mercado americano, mas a nossa avaliação é muito positiva especialmente pela qualidade dos expositores e produtos mostrados”, avaliou o presidente da Maison & Objet Philippe Brocart.

5745b1a09ecdaMO

A segunda edição da Maison & Objet Americas reuniu 300 expositores (incluindo 180 novos participantes) de 26 países, 6.215 visitantes e mais de 170 jornalistas. A diversidade das coleções foi unanimidade entre os visitantes como fator positivo, confirmando o diferencial de uma plataforma altamente qualificada para profissionais da indústria. De outro lado, entre os expositores, a visitação qualificada também foi apontada como ponto alto da exposição. Para o designer José Marton, um dos brasileiros que expôs seus produtos, a oportunidade de novos negócios foi muito encorajadora. “Notei um público muito focado de compradores e pessoas interessadas em negociar. Pelos contatos, foi a melhor exposição que participei nos últimos anos. No próximo ano quero expandir as coleções que vou mostrar”, diz. O designer Paulo Alves, também ficou satisfeito. “Há um grande interesse no design brasileiro atualmente e os móveis de madeira que produzo chamaram muito a atenção de compradores”, avaliou.

brasil1

Além do centro de exposições em Miami Beach, a Maison & Objet começou este ano a expandir seus horizontes e se espalhar pela cidade. A iniciativa de envolver outros distritos com eventos colaterais foi muito bem vinda e animou os visitantes a garimpar novos endereços e descobrir os pontos altos de design, cultura e estilo de vida de Miami. A iniciativa incorporou oito museus da cidade que abriram graciosamente as suas portas aos visitantes credenciados e assegurou um programa abundante de exposições, apresentações, e lançamentos nas três principais áreas de design e decoração de Miami: Design District, Ironside e Design Center Dcota Ironside aleem do enigmático bairro de Wynwood que transpira arte e Brickell onde está concentrada a arquitetura inovadora dos edifícios corporativos e de complexos hoteleiros.
brasil2
A programação paralela de palestras foi um momento onde se reuniu os grandes nomes do setor durante os quatro dias da exposição. Alan Faena, Humberto Campana, Carlos Couturier e Rafael de Cárdenas compartilharam seus conhecimentos em conferências intensamente acompanhadas por ouvintes curiosos para decifrar as principais tendências, mas também descobrir os projetos dos arquitetos mais prestigiados do continente americano.
standes

About the Author

Josias CoutinhoView all posts by Josias Coutinho

Copyright by Mix Editores Associados