Água-marinha da

Suvinil trás frescor 

Um verde suave e refrescante: esse é o Água-marinha, cor de 2016 eleita pela Suvinil – marca de tintas imobiliárias da BASF. A tonalidade, que transmite equilíbrio, tranquilidade e segurança, traz a ideia do verde iluminado e contemplativo do mar do Caribe e ainda o verde utilizado na arquitetura Art Deco, inspiração recorrente no design. É também uma variação de tonalidade da pedra de mesmo nome, representante da tropicalidade brasileira.
A nova tonalidade faz parte do estudo anual de tendências e, desta vez, está em sintonia com o tema comportamental Luz, que reflete algo que ilumina, transforma e complementa, influenciando a arte, as cores e as festas da cultura popular. Ao inspirar as pequenas e grandes ideias do cotidiano, a luz preenche a casa com cores que transmitem alegria, energia e calor humano, dando vida aos ambientes.
São 33 novas cores divididas em três paletas: Substancial, Dinâmico e Complementar. As novas cores inspiram a renovação da casa garantindo combinações para todos os gostos e estilos
Outra novidade apresentada, é o Kit Teste Sua Cor Suvinil, uma maneira prática e econômica que auxilia o consumidor na experimentação da cor ideal. Composto por duas ou quatro cores, o kit acompanha bandeja descartável (uma para cada cor), rolo de pintura e guia com o passo a passo para fazer o teste.  As vendas acontecem pelo site e o kit está disponível  nas mais de 1.500 cores do leque da Suvinil.

20151111_163049

“Água-marinha” – cor eleita para 2016 pela Suvinil

Créditos - luminária, almofadas e fruteiras_Poeira - puff_Prototype - sofá_All Decor - aparador_Estar Móveis - ducks_Paulicéia - tapete_Botthe

Substancial
A proposta é o Ser que se ilumina e encontra a sua substância primordial: a essência. Ao olhar para dentro, ele reflete sobre sua origem e o ponto de partida de todas as coisas, descobrindo-se como parte da existência de tudo. São explorados aqui a herança cultural, territórios, a tropicalidade, o art deco e a conexão com a natureza

Créditos - patros_Poeira  -  ralador_Paulicéia

Créditos - artes_Urban Arts  -  duck, clock e buda_Paulicéia  -  camelo_Japonique  -  cadeira_Poeira  -  tapete_Botthe

A paleta ganha tons neutros e arenosos, como Areia do Deserto, Bombom de Licor e Allure, que remetem às origens do aconchego. Por sua vez, os laranjas e vermelhos Papoula, Telha Nova e Vermelho-amor misturam-se ao marrom Lenha e lembram a memória primordial do fogo (elemento de luz e calor). Já os verdes e azuis trazem a tropicalidade por meio de tons contemplativos e equilibrados, como o verde Água-marinha e o azul Oceano Pacífico. Já o amarelo, caloroso e ensolarado, vem naturalmente saturado e oferece pontos de luz na decoração

Créditos - toys_Japonique  -  brinquedos educacionais_Fábrica  -  tangram_Paulicéia  -  almofadas_Poeira

Dinâmico
Na paleta Dinâmico, o Ser, em contato com a luz, se enche de energia, abandona as incertezas e parte para a ação. A casa passa a ser o cenário ideal para realizar novas conexões, descobrir outras realidades e questionar os padrões. “Os ambientes do lar passam a contar com cores energizantes, tanto nos móveis como nas paredes”, explica Ana Kreutzer, consultora de cores da Suvinil. Aqui, as cores primárias ganham atitude ousada e impactante transformando os espaços em descobertas inesperadas

Créditos - cadeira_Firmacasa  -  tapete_Século Tapetes  -  arte e contâiner_Obra Ale Jordão

Créditos - tapete_Botthe  -  porta tudo_Desmobilia  -  módulos_Mylivingstore  -  arte_Obra Ale Jordão  -  planets_Paulicéia

Nesta paleta, os tons primários Vermelho-amor, Azul Royal, Amarelo-bandeira e Samambaia pontuam com descontração os cantinhos mais ousados. Já o contraste divertido do azul esverdeado Apatita com o laranja Papoula é capaz de gerar impacto e energia

Créditos - artes_Urban Arts  -  objetos_Paulicéia  -  mesas_Incasa  -  vaso_Japonique  -  almofadas_Poeira

Complementar
Por sua vez, a paleta Complementar mostra um Ser que, ao acender sua luz, percebe que não está sozinho. Com esse novo olhar, o poder transformador do afeto é redescoberto na sutileza das relações. No lar, os laços se fortalecem e as relações com amigos e parentes recebem mais cuidado. Para Ana, esses novos laços de ternura e cumplicidade inspiram a criação de um lugar aconchegante. Composições cromáticas tranquilas e equilibradas transmitem a concordância de opinião e a neutralidade de gênero

Créditos - artes_Urban Arts  -  mesinha_Tidelli  -  cavalo_Paulicéia  -  cadeira e sofá_Poeira  -  luminária_Vereda Arquitetos

Créditos - cadeira, mesa e pratos_Poeira

Tonalidades suaves e universais, como o violeta claro Jardim de Infância e o refrescante Verde-cristalino, criam atmosferas tranquilas e democráticas. Na neutralidade dos cinzas Elefante e Crômio, equilibram-se a doçura do Rosa-neon, que funciona como anestésico, com a força do preto, criando uma composição livre e atual

Copyright by Mix Editores Associados