Uma casa moderna e sem estereótipos,

por João Armentano

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-42

Sintonizado com o tema do ano,  A Casa Viva, o arquiteto João Armentano criou para a Casa Cor São Paulo uma casa contemporânea com 320 m2 permeada por luminosidade natural e ventilação abundantes. Living, dormitório e espaço de biblioteca estão conectados e abertos ao jardim através de  grandes caixilhos de vidro pivotante. O recurso integra o morador à natureza, incorporando-a ao interior e valorizando toda a sua beleza, sem abrir mão do conforto.

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-25

No living, as portas pivotantes emolduram  uma oliveira de 300 anos, trazida do Uruguai e inserida no paisagismo assinado por Daniel Nunes. Em todo o projeto de interiores e da arquitetura João Armentano convida à apreciação do mix sutil entre o antigo e o atual com peças de design contemporâneo harmonizadas às relíquias garimpadas em antiquários.

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-41
Na luzente miscelânea de estilos, do lado “novo”, entre outras preciosidades, se destacam, no living, a mesa de centro de Jader Almeida e a poltrona Flag Halyard de Hans J. Wegner. No lounge, ao lado do living, onde está a estante preta executada pela Todeschini e assinada por João Armentano, estão a poltrona Wing , de silhueta afinada de Jader Almeida, a cadeira Thonet e a icônica mesa Arimelo, de madeira Jacarandá, de Sergio Rodrigues. 

joao casa cor1

Marca registrada dos projetos que João Armentano desenvolve, a integração sutil de cada um dos ambientes da casa preserva a segmentação deles e a amplitude, como um todo. Assim, estruturas leves  configuram espaços fechados e abertos, ao mesmo tempo, e personalizados dentro de suas propostas e funções, a exemplo da saleta anexa ao dormitório. Nela, o painel divisor que exalta a obra de Geraldo de Barros, do acervo pessoal do proprietário da Zipper Galeria, Fabio Cimino, é, na verdade, um móvel, revestido por papel de parede, que dá suporte à TV camuflada sob vidros refletores. De volta ao heterogêneo cenário artístico, a escultura Cumplicidade XX, com vigas de aço sobre vidro soprado, de Tulio Pinto e o tríptico de telas de Paula Klein o completam.

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-28
No quarto, a cama dossel, desenhada por Armentano, compõe com as generosas luminária de Gustavo Di Menno. A presença do garimpo é marcada pela mesa retangular Art Deco, com gaveta e puxador de chifre, aqui, fazendo as vezes de criado-mudo.  Já na cozinha, da Todeschini, a composição matizada entre mesa oval, de madeira, de Márcio Kogan, e as cadeiras francesas dos anos 60 é digna de reverência. Para finalizar, as janelas de vidro novamente fazem a integração com o jardim, que exala aroma de alecrim e convive de forma esplêndida e harmoniosa com a área gourmet.

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-39

joao casa cor2

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-22

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-9

JOAO-ARMENTANO-CASA-COR-2018-2

About the Author

Josias CoutinhoView all posts by Josias Coutinho

Copyright by Mix Editores Associados